Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

segunda-feira, novembro 01, 2004

Palavras (tuas)

Preciso das tuas palavras mais doces
Anseio pelo teu olhar mais cândido.
Tenho pressa!
Se me quiseres, prepara já a forma dos teus braços
Para que quando a ti me chegar
Não perca tempo a aninhar-me.
Invoca-me sem tardança
E deixa que o meu amor te inspire.
E estando eu junto a ti
Desfiemos juntos o rosário dos suspiros
Que trazemos guardados
E se transmutam em segredos
Que mutuamente beijamos baixinho, baixinho…

Maria


Fotos de Biquinha

Chegarás sempre na última palavra
na tarde noturna do desejo
onde a paixão se recolhe
e deposita até os fantasmas
febris do desespero
Chegarás na bruma
das sílabas sonoras do amor
o ar sonando no sonho
como uma nuvem que se perdeu
e fica boiando no horizonte
Chegarás como a sombra
quente do sol
esquecida no adeus
Chegarás para dizer
que o amor revela-se
à luz noturna das palavras

Amor de amar


Luíz de Miranda



35 Comments:

Anonymous Anónimo said...

em silêncio te procuro. algum dia te encontrarei?

6:42 da tarde  
Blogger wind said...

Belo este amor de amar. Como sempre uma escolha sensível e linda:) Beijos:)***

7:24 da tarde  
Blogger AmigaTeatro said...

Precisamos sempre de algo que nos faça sentir bem; precisamos sempre de nos sentirmos felizes, tendo aquilo que achamos ser a nossa felicidade. Nada mais bonito que amar... quando se é amado, também.

Maria, desculpa a minha ausência mas a ando sem tempo nenhum... e quando aqui venho nem sempre respondo, umas vezes pq acho que não é necessário, outras, porque o tempo não me permite... Mas gosto de vir aqui, mesmo que não comente...
Um beijinho,
Sara

9:36 da tarde  
Blogger Victor Tales said...

Olá Maria, você deveria postar mais textos seus, eles são ótimos.

"Tardança" parei nessa palavra, que linda, fico feliz de ver e ler mais português e ver tantas mudanças e andanças dos braços da nossa língua.

Beijos!

9:39 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Oh sim, Maria! Teus poemas sempre lindos, tuas escolhas sempre oportunas. Adorei. Mil e um beijos, Blue.

10:02 da tarde  
Blogger Anjo élico said...

Amor de amar as tuas palavras.
Um óptima semana, sem pressas...

10:19 da tarde  
Blogger Emilio de Sousa said...

Após uma acentuada ausência, a quase que sofreguidão de um encontro anunciado e o desejo de intimidades que tardam. Belíssimo. Um beijo e boa semana, Maria.

10:23 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ ... agradáveis estas palavras que deixas a ler ... agradeço[-te] neste gostar sincero ... deixo[-te] algo: visita[-me] ... }

11:33 da tarde  
Blogger Santa Cita said...

Olá!
Para ti, tambem, uma óptima semana.

11:35 da tarde  
Blogger justanothernickname said...

Hey.................how are you?

12:15 da manhã  
Blogger ruiluis said...

assim (cheia de desejo), de certeza ele há-de querer-te...e com mais certeza ainda, irás cuidar desse amor que desejas...um abraço de alegria !

12:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Quanto, quanto me queres? - perguntaste
Não perguntes, não sei dizer:
Um grande amor só se avalia bem,
depois de se perder.
Mas agora não tenho pressa... tenho urgência neste amor!
Maria... Com M de mulher é que o teu corpo vai mergulhando os pés nas minhas veias.

12:35 da manhã  
Blogger CAP said...

Boa semana para ti. :)

12:41 da manhã  
Blogger lualil said...

É sempre muito bom ler-te maria!
beijinhos,

2:42 da manhã  
Blogger frog said...

Trazes nas palavras a magia das marés.
Trazes nas mãos um mar de carícias
No olhar, o brilho nocturno do desejo
No peito, o silêncio onde a paixão se recolhe
Nos lábios, as sílabas sonoras do amor...

Assim és tu Maria!... Amor de amar!

8:31 da manhã  
Blogger contadordehistorias said...

Maria,
baixinho te sussurro, é sempre um prazer ler as tuas emoções.
beijo

11:19 da manhã  
Blogger Ivo Jeremias said...

Maria, já sentia saudades das tuas palavras. o teu texto é soberbo...
aqui fico esperançado em ler novas coisas, novas cumplicidades... partilhar este mundo de cores e palavras contigo.

Um beijo

12:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e se houvesse. um coração cheio de mar. e um mar. cheio de beijos. aqui. seria. apenas um complemento ao que está escrito.

gostei muito. maria.

João

os dias das noites.

2:58 da tarde  
Blogger PARTILHAS said...

Forte, Intenso, Cheio de energia, de positivismo, de força... ritmo ráido de coração que Ama como mais ninguém.

Beijos Doce Maria

3:16 da tarde  
Blogger corpo visível said...

Assim é bom regressar!!
:)

3:29 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Querida Amiga (pois já te sinto assim)!
Grande foi a tua ausencia e grande foi a vontade de poder ver-te novamente "on line", ler e saber de ti, de teus poemas de amor, sentimento cantado e expressado por ti de forma tao delicadamente bela!
Que lindas palavras! Sabes? Eu amo muito... e quando nós amamos com tamanha intensidade, ler e reler versos tao inspiradores e convidativos ao amor, faz-nos ter vontade de amar e amar ainda mais e cada vez mais!
Obrigada de coraçao por tuas lindas palavras deixadas no meu canto! Meu/nosso canto, é também para ti, pois já és uma destas pessoas que Eu Sei Que Vou Amar para sempre!
Espero e desejo que esteja tudo bem contigo e que nada mal te haja passado!
Uma linda semana!
Desde este lado do mundo, envio-te meu abraço mais sincero!
Carmem Lucia Vilanova

3:32 da tarde  
Blogger stillforty said...

O amor...é a poesia do sofrimento.
Boa semana para ti e beijos

3:37 da tarde  
Blogger Vera Cymbron said...

Que bom ter-te de volta!
Já estava a ficar preocupada com o teu silêncio...
Espero que estejas bem. Conto sempre contigo deste lado!
Jinho

3:54 da tarde  
Blogger Luna said...

"Preciso das tuas palavras mais doces
Anseio pelo teu olhar mais cândido.
Tenho pressa!"
"Que trazemos guardados
E se transmutam em segredos
Que mutuamente beijamos baixinho, baixinho…"

Sinto-as como minhas, como meu...
Beijos

7:04 da tarde  
Blogger rfarinha said...

Percebo o que dizes das palavras... embora continue a achar que a sua ausência por vezes diga muito mais... mostra o perfeito conhecimento do outro, sem serem necessárias palavras ;) Bjs

8:14 da tarde  
Blogger c.b. said...

Tão intenso MAria, tão boas essas palavras tuas nessa poesia...

;)

Beijos

10:56 da tarde  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Bonito poema.
Boa semana para ti.
Bjs.

11:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

há urgências que queimam, tens toda a razão!
mas "preparar a forma do braços" ... é uma "espera" muito bonita!

beijos

DonBadalo

11:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Tão bom, Maria... e sempre a sorrir. Um beijo imenso.

12:17 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Tão bom, Maria... e sempre a sorrir. Um beijo imenso.

12:17 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

"Vem para aqui, senta-te ao meu lado, e na nossa janela de desejos, olhemos nossos reflexos na lua... Vês?!... Nossos corpos bêbados caídos, apalpando, cheirando a pele, tocados pela ânsia do prazer... em silêncio se entrelaçam nos redemoinhos das pernas, dos braços, nos brilhos dos olhos que dançam... que dançam!!!!!!"
Continuo a entusiasmar-me com o que escreves Maria. Beijos pra ti...

In Loko

5:37 da manhã  
Blogger Andrea Motta said...

Maria que beleza! Doce terno e carregado de belissimas e sensiveis sentimentos e imagens. Bom dia querida. Beijos. Andréa.

11:58 da manhã  
Blogger polittikus said...

Até que enfim q voltas-te, grandes férias... Adorei os dois poemas.

2:06 da tarde  
Blogger amita said...

Ainda bem que voltaste e inspirada!... Lindo! Bom ver-te por cá. Bjinhos amiga

11:19 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

Vou tentar postar mais uma vez! Porque é que este link, não me dá acesso? Será por ser do sapo? Bem... mas vamos ao que interessa. Não tenho conseguido comentar no teu site, Maria..., leio-te nos comentários, mas o teu blog não está actualizado. Será defeito do meu pc que não lê o teu?! Os teus poemas são de uma sensibilidade incrivel. Adoro a forma como os escreves! Hoje dediquei-me (mais uma vez) a ler-te! A ler este blog e é como "devassar" a tua alma. Perdoa-me por isso. Um abraço e obrigada por todas as tuas palavras no meu blog. Incentivam-me a escrever, já que outro motivo, não me move, a não ser abrandar a ansiedade da minha alma. Bjs.:-)))

1:14 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses