Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

segunda-feira, setembro 20, 2004

Refúgio...


No badalar suave, das horas mortas, dos sinos das nossas almas,
Reverbera o meu amor por ti .
Ressonância infinita que faz perigar a integridade do senso
Que ainda me impede de enlouquecer no prazer que desejo.
Do esmaecer dos sons que se dissipam vai um beijo
Que lanço na esperança que te alcance
E te leve notícias de mim.
De mim para ti voa o sentimento como uma pequena ave
Que porá no teu peito, qual ninho, o ovo da minha paixão.
Bem fundo no meu ser está guardada a certeza doce
Da perenidade do refúgio eterno que és
Independentemente da tua ausência.

Maria




De onde me chegam estas palavras?
Nunca houve palavras para gritar a tua ausência
Apenas o coração
Pulsando a solidão antes de ti
Quando o teu rosto dóia no meu rosto
E eu descobri as minhas mãos sem as tuas
E os teus olhos não eram mais
que um lugar escondido onde a primavera
refaz o seu vestido de corolas.
E não havia um nome para a tua ausência.

Mas tu vieste.

Do coração da noite?
Dos braços da manhã?
Dos bosques do Outono?

Tu vieste.
E acordas todas as horas.
Preenches todos os minutos.
acendes todas as fogueiras
escreves todas as palavras

Um canto de alegria desprende-se dos meus dedos
quando toco o teu corpo e habito em ti
e a noite não existe
porque as nossas bocas acendem na madrugada
uma aurora de beijos.

Oh, meu amor,
doem-me os braços de te abraçar,
trago as mãos acesas,
a boca desfeita
e a solidão acorda em mim um grito de silêncio quando
o medo de perder-te é um corcel que pisa os meus cabelos
e se perde depois numa estrada deserta
por onde caminhas nua.

Joaquim Pessoa

80 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ai Maria é lindooooooo. O que escreveste, a ausência presente e depois o poema de Joaquim Pessoa deixaram-me "completamente absolutamente". Sensual, "levemente erótico" e a foto linda de "matar" muito sensual também. Com este calor...viva o amor para quem escreve e sente assim;) beijos*** wind

5:56 da tarde  
Blogger Emilio de Sousa said...

Mais uma vez levada pela nostalgia da ausência, encontra conforto em palavras quentes. Belo! Um beijo

6:15 da tarde  
Blogger c.b. said...

Feliz por voltar a ler novamente a tua poesia, como sempre optima leitura :)

Beijos grandes e boa semana

6:19 da tarde  
Blogger Cacusso said...

Sómente tu para me tirar da letargia... da 2ª. feira
;)
Obrigado. Boa semana.

9:40 da tarde  
Blogger Folhas said...

Ola, vim agradecer-te as visitas e os comentários sempre oportunos. Já ca vim várias vezes, mas hoje apeteceu-me dizer-to.
Belos textos, gosto muito dos teus textos.
bjinhos

10:26 da tarde  
Blogger JPD said...

Gostei muito!
Muito mesmo

11:10 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Fiquei sem palavras... as tuas e do JP deixaram-me, simplesmente, maravilhada. E a imagem é linda! Um abraço, e boa noite (obrigada pelo passeio lá pela Cova da Piedade. Gostaste?). Ermelinda: http://www.osabordaspalavras.blogs.sapo.pt

11:18 da tarde  
Blogger sandra said...

Minha amiga adoro saber que estás de volta, que voltas a escrever para nós....Precisava de tuas palavras, de tua companhia, de falar contigo, pois sentia-me perdida e sem ninguem para falar!
Muito belo o teu texto...a ausencia de alguem que nos é querido leva-nos a procurar um refugio, e como precisa eu de um refugio, de alguem que me desse carinho e apoio!!
Beijinhos minha amiga e bigada por estares sempre por aqui escrevendo estes belos textos!

11:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

pode ser uma ausência fisica, mas não é uma ausencia de coração.
no coração sempre está presente esse amor, essa paixão que não se apaga, e que em doçura sempre se preserva.

12:21 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Ai, ai... suspirei, Maria. Como um coraçãozinho tão pequeno cabe tanto amor assim? Uffa! Muito lindo isso, de amar tão intensamente. Eu lá e tu cá, rsrsrs.
Se todos soubessem da tua doçura, quanto bem, farias. Gosto de ler o amor, a ternura, porque assim, saio leve, flutuando pelos ares. Obrigada linda, por nos presentear com esse teu coração tão doce, essa alma tão bela, de onde brotam estas palavras de amor, de saudade e de desejos.
Beijo, beijo. Anne

12:46 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Apetecia-me passear na praia ao lado dessa mulher, olhando-a... sem abrir a boca dizer-lhe nos sorrisos e olhares as palavras de amor, intensas, belas como as que escreves em Refúgio... assim ficaria em deleite, toda a tarde, todas as tardes!!!... Poema de Joaquim tá soberbo. Feste bem estes dias de pausa Maria... beijinho grande...

In Loko

5:52 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Querida,

Sabes que venho aqui, que te leio, que admiro esse dom fantástico que algumas pessoas têm de conseguir realmente escrever.

10:26 da manhã  
Blogger pipetobacco said...

.8. o sonho é um rasgo tão inconsciente(s) tão intenso e dormente que nos mantêm e lembra enquanto consciente(s) © .8. beijos* .8.

10:38 da manhã  
Blogger R/B Estação said...

Apenas houve uma aproximação ao fim de uma separação de 2 anos. Como amigos...
Mas fiquei feliz por isso!
Talvez um dia...
Beijinhos.

1:38 da tarde  
Blogger nocturnidade said...

e as horas mordem-nos as veias...

2:32 da tarde  
Blogger Yardbird said...

As palavras não te poderão dar conta da satisfação que sinto ao saber-te de volta, Maria. E dessa maneira tão bela, para culminar. Espero que seja para ficares sempre :-) Beijos

2:34 da tarde  
Blogger Yardbird said...

As palavras não te poderão dar conta da satisfação que sinto ao saber-te de volta, Maria. E dessa maneira tão bela, para culminar. Espero que seja para ficares sempre :-) Beijos

2:34 da tarde  
Blogger rfarinha said...

E o teu refúgio lembrou-me o meu porto de abrigo... lindo o teu texto em conjunto com a foto... ;) Bjs

2:35 da tarde  
Blogger lique said...

A dor da ausência dita em palavras de sensualidade e de certeza de "refúgio eterno". Belo, Maria! Beijinhos,amiga.

3:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Lindo... lindo... lindo!
A foto é magnífica... a menina magnífica parece... a praia é soberba... as tuas palavras são encantadoras. Hipnotizaste-me... rendo-me!

Aníbal

6:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

como sempre é um prazer voltar aqui. lindos poemas.
bjs
filho

9:30 da tarde  
Blogger g. said...

olá linda, passei aqui a deixar-te 1 beijinho grande e te desejar uma boa semana, obrigada pelas tuas palavras eu... nunca sei o que dizer ao ler as tuas mas ocorre-me sempre estas palavras da Alice Ruiz

"pensar letras
sentir palavras
a alma cheia de dedos"

10:09 da tarde  
Blogger metafora said...

Amar "independentemente da tua ausência"...

Tarefa dura! Estado em que alma nos é totalmente rasgada de sentimentos a uma única voz!

Intensa a imagem!

11:37 da tarde  
Blogger MWoman said...

Muito constante esta ausência que tanto te faz escrever textos de amor e paixão...beijos, Maria.

11:47 da tarde  
Blogger Palavras de Algodão said...

Hoje, leio.Estou pobre de palavras, desculpa.Riquíssimo o teu texto!
Belíssimo este poema de Joaquim Pessoa!Não páro de ler este pedaço:
"Oh, meu amor,
doem-me os braços de te abraçar,
trago as mãos acesas,
a boca desfeita
e a solidão acorda em mim um grito de silêncio quando
o medo de perder-te é um corcel que pisa os meus cabelos
e se perde depois numa estrada deserta
por onde caminhas nua."
Obrigada, Menina de Ouro.
Beijo

11:57 da tarde  
Blogger polittikus said...

Palavras soltas nos ecos da NEt... GOSTEI.

11:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Muito bonito.Gostei.
http://analfabetosexual.blogs.sapo.pt/

12:24 da manhã  
Blogger tartaruga said...

Estou de volta! :)! Um beijinho muito grande e um muito obrigado pela tua presença constante e claro pelas tuas palavras sempre magnificas :)

9:32 da manhã  
Blogger Bruno said...

Defacto por vezes sentimos medo de perdermos a outra pessoa.. Mas a vida é mesmo assim... Momentos de felicidade outros não... :) Gostei das tuas palavras aqui escritas.. Como sempre! :) Boa semana *****

12:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Oi Maria, nostalgia, saudades, reli a beleza das tuas palavras e o magnífico poema.
A imagem é bela, posso levá-la ? Devolverei depois. rsrs.
Deixo mil beijos com todas as flores do Brasil, entramos na primavera.

7:49 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Boa escolha, Maria! E belas palavras também. Um bálsamo para a Alma!

Quanto a estar tudo bem...só saberei quando saírem os resultados das análises. Bjs

8:46 da tarde  
Blogger Alma said...

Maria :) mais um texto que me inunda de sentimento ... uma imagem linda a complementá-lo :) Muitos beijinhos e um excelente dia é o que te desejo

12:56 da manhã  
Blogger ccc said...

oh querida tenho andado a leste disto tudo. Como estás?

9:52 da manhã  
Blogger Estrela do mar said...

Maria que bem que escreves. Adoro ler-te, as tuas palavras são de tal forma mágicas que para mim se transformam em imagens. E isso é muito bom.
Um grande beijinho amiga.

10:31 da tarde  
Blogger vmar said...

Que belo poema Maria!
Uma boa noite e bons sonhos....

11:22 da tarde  
Blogger Ankh said...

Que doce e belo refúgio o teu...

Deixo um sorriso contigo.

11:24 da tarde  
Blogger amita said...

Lindo texto. Um bom fim de semana. Bjinos amiga

1:05 da manhã  
Blogger polittikus said...

Sinceramente ando um pouco chateado contigo... EU QUERO, ALIÁS EXIJO NOVOS POST'S. 1 bjito.

1:21 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Lindíssimo Maria.

Estou aguardando seu poema para o site, lembra?

Beijos,
Marcia - http://www.lendoesonhando.blogger.com.br

3:02 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

" (...) vai um beijo que lanço na esperança que te alcance e te leve notícias de mim"
Lindo, Maria... como sempre.
Um beijinho! *Litostive*

12:20 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ … venho só deixar um caminho*teu*link, vê, espero que gostes: ( http://www.mgrande.com/weblog/index.php/luzdetecto/catalog_blogs ) ... }{ bom fim de semana }

1:24 da tarde  
Blogger folhasdemim said...

Não sei se ele teve notícias tuas mas é muito bom "nós" termos tido. Saudades das tuas cumplicidades e da tua escrita de alma e coração. Beijinhos e um óptimo fim de semana :) Betty

3:05 da tarde  
Blogger Yardbird said...

Andas fugida mas eu deixo-te aqui um beijo de bom fim de semana :-)

7:59 da tarde  
Blogger Michel de Garcia said...

Bom...e andavas aqui este tempo todo...por fim descobri onde te havias refugiado...
Alegria...já tenho mais leitura a por em dia.
Beijo

8:02 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ui! Semana complicada! Nem tempo para visitar os que amo!
Gostei do poema de Joaquim Pessoa, poeta só verdadeiramente descobri há muito pouco tempo.
A edição é, como sempre, magnífica.
Bom fim de semana, amiga.
Beijo do "amoergosum"

9:37 da tarde  
Blogger Anjo élico said...

Mas tu não vieste. Sempre estiveste por cá.
:) Bom fim de semana

12:12 da manhã  
Blogger R/B Estação said...

Olá Maria. Tudo bem?
Passo para deixar um beijinho, e o desejo para que tenhas um óptimo fim de semana.

11:01 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Querida Wind: O amor apesar de tantas vezes se viver na ausência, não é menos amor, talvez seja até mais. Porque sobrevive, porque resiste a tudo... Sim, essa é uma certeza indiscutivel que é de facto um grande amor... Muitos beijinhos

6:08 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querido Emilio: Encontro conforto no amor, no que vivo, a aus~encia é apenas fisica. Está muito presente em mim... Beijinhos

6:10 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Carlos: Obrigada pela tua visita e palavras sempre simpaticas! Beijinhos

6:11 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Cacusso: Muito obrigada!! Beijinhos

6:12 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Folhas: Não agradeças por favor, o prazer é meu em poder visitar-te! Obrigada, beijinhos

6:13 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

JPD: Obrigada pela visita

6:14 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ermelinda: Sim gostei muito! Beijinhos para ti

6:27 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Sandra: Minha doce menina, sim estou aqui, sabes que podes contar sempre comigo! Quero-te de sorriso nos lábios e no coração. Muitos beijinhos

6:28 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Anne: E cabe, sobeja em nós! Lindo é o teu coração e a tua alma.. Imensamente lindos!! Muitos beijinhos

6:30 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

In Loko amigo: passearas com toda a certeza com outra mulher, aquela que amares, num vosso refugio.. Beijinhos

6:34 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Noctornidade: As veias, a carne....

6:35 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Pipetobacco: O sonho, o sonho que nos faz voar, que nos alimenta e pinta os dias.. É pelo sonho que vou... Beijinhos

6:37 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Yardbird: Amigo, obrigada pela tuas sempre tão simpaticas palavras! Muitos beijinhos

6:40 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

João da Cal: Desejo que esse dia aconteça, desejo que possas viver esse amor a dois! Desejo que sejas feliz! Muitos beijinhos

6:43 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ridufa: O meu refugio é o meu porto de abrigo! Beijinhos

6:45 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lique: Sim é um refugio eterno, tão eterno quanto é este amor... Beijinhos

6:45 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Anibal: Rende-te ao amor! :) beijinhos

6:47 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Anibal: Rende-te ao amor! :) beijinhos

6:47 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Filho: É um prazer receber-te aqui! Obrigada pela tua visita!

6:47 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

querida g: são lindas as palavras que me deixas, e como as sinto, tu sabes que sinto não é? Muitos beijinhos

7:00 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Metafora: Tão ardua... sim, rasga a carne, a pele.. mas continua teimosamente intacto!

7:02 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

MWoman: Constante demais...

7:03 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Doce Cris: Um abraço enorme, e muitos muitos beijinhos

7:05 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Polittikus: Beijos amigo!

7:07 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Trtaruga: É muito bom ter-te de volta amiga! Muitos beijinhos

7:08 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Bruno: A vida é assim mesmo, um conjunto de momentos uns mais positivos que outros, mas todos tão importantes, em todos crescemos, em todos aprendemos! Beijinhos

7:10 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

BlueShell: Que os resultados sejam os melhores! Beijinhos

7:11 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Alma: Querida amiga, obrigada, muitos beijinhos para ti

7:12 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida CCC: Está tudo bem amiga... Muitos beijinhos

8:37 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Estrela do Mar: Muito obrigada! Beijinhos

8:37 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Vmar: Obrigada pela tua visita, beijinhos

8:38 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Marcia: mal esteja pronto, enviarei sim? Muitos beijinhos

8:41 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Folhas: Obrigada, é bom estar de volta, e encontrar-vos, muitos beijinhos

9:08 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses