Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

segunda-feira, setembro 27, 2004

Pergunta-me...

Deixa-me sem respostas.
Esgota em mim todas as palavras que sempre quiseste ouvir
E assegura-te que as possuis todas.
Não me interrogues de novo, pois sabes que não mais precisas.
Passo a falar somente dentro de ti, meu amor.
Assim posso reservar esta boca para um beijo,
Interminável e ininterrupto,
Sugando de ti o alento da Eternidade
Rejubilando-me com a certeza do Sempre...

Maria


Pergunta-me
se ainda és o meu fogo
se acendes ainda
o minuto de cinzas
e despertas
a ave magoada
que se queda
na árvore do meu sangue.

Pergunta-me
se o vento não traz nada
se o vento tudo arrasta
se na quietude do lago
repousaram a fúria
e o tropel de mil cavalos.

Pergunta-me
se te voltei a encontrar
de todas as vezes que me detive
junto das pontes enevoadas
e se eras tu
quem eu via
na infinita dispersão do meu ser
se eras tu
que reunias pedaços do meu poema
reconstruindo
a folha rasgada
na minha mão descrente

Qualquer coisa
pergunta-me qualquer coisa
uma tolice
um mistério indecifrável
simplesmente
para que eu saiba
que queres ainda saber
para que mesmo sem te responder
saibas o que te quero dizer...

Mia Couto

70 Comments:

Blogger Emilio de Sousa said...

Existem perguntas que, estranhamente, levam muito tempo a percorrer o percurso que medeia entre o coração e a boca e, por vezes, quando aí chegam já perderam a oportunidade. Um beijo.
A poesia é excepcional e o texto a condizer.

5:48 da tarde  
Blogger amita said...

Que lindo este poema de Mia Couto. Tão doce e ternurento. Bjinhos amiga

6:05 da tarde  
Blogger yogipijama said...

Interrogação é inquietude!! Quão inquieto é o amor!!
A junção dos dois textos ficou um primor :)

6:18 da tarde  
Blogger MWoman said...

Será que queremos mesmo saber as respostas de algumas perguntas? Antes ficar sem elas mesmo...digo eu...Beijos, Maria e votos de uma boa semana.

6:59 da tarde  
Blogger Sandro said...

.."esgota em mim todas as palavras que sempre quiseste ouvir.."

.."assim posso reservar esta boca para um beijo"...

A força das palavras é quase tangível neste texto. Gostei muito. É poderoso!

Um beijo

7:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Oi Maria, acredito qua amas muito, mas que tb és correspondida, é impossível que ele não te ame. Impossivel!
Gostei tanto do texto e do poema. Lindos e de uma ternura maravilhosa.
Aquele texto que fiz lá, não serve para ti, porque o de lá, é um amor sofrido pelo derrespeito, deslealdade e falta de carater mesmo. Por isso que digo que um amor assim, não vale a pena, mesmo que o coração pense o contrário. Maria, só compensa se for um amor bonito, não posso aceitar que pise, que maltrate e a pessoa não reaja, afinal, existe o amor próprio. Nunca ninguém me pisou ainda e espero que nem chegue perto, heheheheh. O teu amor, pelo que escreve é um amor bonito, de ternura, de saudades, de beijos verdadeiros e demoraaaaaaaaaaadosssssss. Beijinhos, linda.

7:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Maria percebeste que o comentário anterior é meu ? rsrsrs, acho que sim. Beijos da anne.

7:27 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

esgota em mim as razões do teu amor.

7:29 da tarde  
Blogger JPD said...

Gostei dos dois textos.
Há muito pouco tempo conheci a poesia do Mia com a ajuda de uma amiga.
Este blog dedicado à poesia tem escolhas muito boas.
Bjs

11:10 da tarde  
Blogger corpo visível said...

Ou como diria o Pedro Paixão:
"o que eu gostava era de poder falar na tua boca para que as tuas palavras fossem minhas e pudesse permanecer silencioso ao teu lado".
:) Um beijo enorme!

11:53 da tarde  
Blogger ruiluis said...

beijos interminaveis e interruptos não merecem sequer o minimo disturbio...as respostas diram as almas que se unem nesse beijo, sem palavras, sem escuta...sublime maria ! beijinhos...

12:53 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maria e Mia Couto. E agora o que é que eu faço? O beijo interminável e as perguntas. Beija-se infinitivamente e não se pergunta, sente-se e muito o Amor;) beijos:)** wind

1:33 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Por vezes prefiro estar quietinho e caladinho que dizer simplesmente algo tipo...lindo, formidavel, notavel...
Mas que raios...é mesmo.
Vou dizer o quê mais?

Deixo um poema...do Sr. Alberto Caeiro

"Todos os dias agora acordo com alegria e pena.

Antigamente acordava sem sensação nenhuma: acordava.

Tenho alegria e pena porque perco o que sonho.

E posso estar na realidade onde está o que sonho.

Não sei o que hei de fazer das minhas sensações.

Não sei o que hei de ser comigo sòzinho.

Quero que ela me diga qualquer coisa para eu acordar de novo."

2:41 da manhã  
Blogger tartaruga said...

numa unidade infinita onde não é preciso perguntas e respostas !:) um beijinho muuuitooo grande e um sorriso :)

9:09 da manhã  
Blogger metafora said...

Porque há sentimentos e cumplicidades que deixam de exigir palavras...

11:05 da manhã  
Blogger pipetobacco said...

{ ... esta eternidade em ti beijada mas por mim verdade sagrada © .8. ... }{ beijos* }

11:10 da manhã  
Blogger BlueShell said...

Boa escolha o Mia Couto: sempre gostei. E lindas palavras, as tuas...

Sim, hoje sinto-me como Pessoa...abismo, não-ser!
bjs

1:47 da tarde  
Blogger R/B Estação said...

Que seja para sempre!

Beijinho.

2:17 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

oi maria,
vir aqui, para mim, é respirar.
beijos,
filho

2:24 da tarde  
Blogger Dream said...

Gosto que alguém me deixe sem palavras... o que não é fácil. Mas gosto de o sentir. Haja pericia, ou mestria.

Beijos

2:59 da tarde  
Blogger sandra said...

Olá amiga!Obrigada pelas palavras deixadas no meu blog, a conversa e as palavras dele não foram só aquelas...foram palavras mt mais degradantes...
Muito lindo o teu poema...mas que lindo amor que alimentas...é tão bom gostar de alguém, é tão bom estar apaixonado e dizer palavras lindas e ouvi-las....
Beijinhos minha amiga!Fica bem!Continua a escrever com toda a tua alma e todo o teu amor, para nos dares poemas tão lindos

3:42 da tarde  
Blogger sandra said...

Olá amiga!Obrigada pelas palavras deixadas no meu blog, a conversa e as palavras dele não foram só aquelas...foram palavras mt mais degradantes...
Muito lindo o teu poema...mas que lindo amor que alimentas...é tão bom gostar de alguém, é tão bom estar apaixonado e dizer palavras lindas e ouvi-las....
Beijinhos minha amiga!Fica bem!Continua a escrever com toda a tua alma e todo o teu amor, para nos dares poemas tão lindos

3:42 da tarde  
Blogger rfarinha said...

Este poema só me lembrou de um dizer antigo... nunca faças perguntas quando tens medo de saber as respostas ;) Bjs

4:14 da tarde  
Blogger Alma de Poeta said...

Olá amiga
Sinto-me deveras emocionada com o comentário, mais a abertura com que deixaste no comentário no meu blog.
Obrigada.Beijo no coração

4:32 da tarde  
Blogger lique said...

Cetas perguntas, Maria, nunca deixamos de as fazer mesmo sabendo que não têm resposta. Adorei o teu texto e a doçura de Mia Couto. Beijinhos

4:51 da tarde  
Blogger Solteirão said...

Lindo o poema de Mia Couto!!

Até fiquei arrepiado...e ficar arrepiado aqui no escritório sem ser por causa do Patrão é obra!

Parabéns, gostei muito do teu blog.

p.s.- acho que vou "roubá-lo" para o meu ;-)

5:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá, Maria...
Quanta sensiblidade nas tuas palavras tão belas...
Fico extremamente feliz quando encontro lugares como o teu. Adorei tua casa, e voltarei sempre...
beijos......... Vinha

8:26 da tarde  
Blogger heloisa said...

LINDO O POEMA*!_LINDAS SUAS PALAVRAS*! _O que, nao e' nenhuma novidade!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1
_Beijinhos e OBRIGADA pela SUA AMIZADE E DOCURA!
_Sabe que e' reciproco todo o CARINHO que SEMPRE me manifesta!
_Escrever-Lhe-ei, logo me sinta com *COISAS BOAS* para lhe dizer!!!!
_Sua AMIGA*,
_Heloisa B.P.
************************************************

8:56 da tarde  
Blogger justanothernickname said...

Thanks for the link!.........Do you speak english?

10:22 da tarde  
Blogger polittikus said...

Um beijo eterno de loucura ou de amor. Será o amor uma loucura? Adorei...

10:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

com esse beijo ininterrupto de desejo e de amor, a eternidade entra em ti, pois esse beijo sempre ficará guardado no coração e sempre o vais reviver, pois é um beijo de amor, e do amor que tanto desejas.

paulo povoa
http://frasesepoemas.blogs.sapo.pt

11:58 da tarde  
Blogger Ritinha said...

Que bela supresa que esta noite de insónias me trouxe.
Adorei cada palavra que li, cada emoção que vivi e cada arrepio que me percorreu a espinha.
Obrigada

Espero que não te importes de eu te linkar ao meu blog.

1:09 da manhã  
Blogger Bruno said...

........ Um beijo!!! ...... :))))

2:37 da manhã  
Blogger Marta said...

Assim seja :). Beijo

9:12 da manhã  
Blogger sofia said...

olá maria, tenho querido saber de ti, pois nunca mais apareceste. espero que estejas bem eu cá vou andando nesta vida minha acelerada. vejo que as palavras já estão em ti
bjs e aparece
sofialisboa

10:07 da manhã  
Blogger folhasdemim said...

Às vezes, uma simples pergunta traz de novo a esperança. Beijos

11:23 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Oi Maria, estou deixando o meu beijinhos de hoje. Ando com tanta coisa para estudar, completamente sem tempo. Posto a cada dois dias e pelos vistos, tb estás sem tempo. Às vezes não dá para visitar todos e ficamos chateados, mas fazer o que?
Muitos beijinhos e fica bem, querida.
Anne

1:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Acreditas, Maria, que nunca deixei de ler um só texto teu? Sempre achei que comunicavas de uma forma extremamente sensível, nas associações que fazes. Fico sempre na dúvida, se gosto mais dos poemas dos autores consgarados se das recriações que fazes... Não comento muito, é certo. Mas de vez em quado gosto de me assinalar. Quem escreve precisa de sentir a inclinação do olhar que lê. Um abraço amigo e bem hajas.

LiBelua


Poemas de Trazer Por Casa e Outras Estórias

2:10 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Emilio: No amor nunca se perde oportunidade, é sempre tempo de perguntas, é sempre tempo de respostas! Beijinhos

9:09 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Amita: Amiga Mia Coto delicia-me seja em prosa ou poesia! Ele tem a capacidade de "inventar" as palavras! Beijinhos

9:11 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

yogipijama : A interrogação poderá ser apenas o prazer de ouvir! Sim mas de facto o amor tem momentos de inquietação... Beijinhos

9:14 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

MWoman: Prefiro ouvir todas as respostas, até aquelas que me possam magoar, tenho essa necessidade de saber "tudo". Destesto "enganos", percebes? beijinhos

9:20 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Sandro: Obrigada, um beijinho para ti!

9:21 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida e Doce Anne, Não sei se sou amada, sei que amo, que amo muito! E basta senti-lo para que seja um pouco feliz! É um sentimento bonito demais para que apenas traga tristeza! Sim, amiga tens razão, e a verdade é que existe tantas gente que não sabe dar valor a quem lhe ama, que passa por cima dos sentimentos, que se aproveita, que pisa, quero acreditar contudo que ninguem o faz prepositadamente, amiga isso é ser tão mau, tão baixo, tão cruel... Espero que a tua amiga supere, doi tanto... Muitos beijinhos

9:29 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

JPD: Obrigada, a poesia é realmente uma das minhas paixões, por isso a razão deste blog, partilhar os meus gostos. Beijinhos

9:30 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Corpo Visivel: As palavras de Pedro Paixão, resumem tudo! Obrigada. Beijinhos

9:33 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

RuiLuis: Sim as almas, o olhar que se funde no outro, diz tudo, guardam todas as respostas, todas as perguntas...

9:34 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Wind: Sim, as respostas sentem-se! Beijinhos

9:36 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Tartaruga querida, um beijinho muito grande também para ti..

9:37 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Metafora: Sim, exigem apenas que se façam sentir...

9:37 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Pipetobacco: Um beijo

9:38 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Blue: Obrigada. Espero que fiques bem.. Beijinhos

9:39 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

João: Que seja eterno.. Beijinhos

9:39 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Filho: é prazer receber-te aqui! Beijinhos

9:40 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Dream: deixar sem palavras, para nos fazer sentir...Beijinhos

9:42 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Sandra, minha querida menina: Quanto a essas palavras, ignora-as não merecem a tua atenção! Quanto ás minhas, digo-te que melhor que as dizer, é senti-las e faze-las sentir.. Muitos beijinhos

9:45 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ridufa: Viver na duvida é tão mau. Beijinhos

9:46 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Alma de Poeta: Um beijo enorme para ti!

9:47 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lique: E essa falta de resposta não será por si só já uma resposta? Beijinhos

9:48 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Solteirão: Obrigada pela visita, não roubes, leva-o!

9:49 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Vinha: Obrigada pela tua visita e palavras tão simpaticas! Beijinhos

9:51 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Heloisa: Sim eu sei amiga! Espero que fique bem rapidamente. Um beijinho enorme!

9:53 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Polittikus: Talvez as duas. Beijinhos

9:54 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querido Paulo: sempre doce nas palavras! Muito obrigada por cada uma delas! Muitos beijinhos

9:55 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ritinha: Obrigada pela visita e palavras. Claro que não me importo! É um prazer, agradeço-te desde já por ele! Beijinhos

9:56 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Bruno: Um beijo para ti também... :)))

9:57 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Sofia: Um beijinho enorme! Obrigada!

9:58 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Folhasdemim: Sem duvida... Basta uma palavra! Beijinhos

9:59 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Marta: Será? Beijinhos

10:00 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Libelua: Obrigada amiga! Obrigada por cada uma das tuas palavras! Muitos beijinhos

10:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses