Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

domingo, agosto 01, 2004

Teu corpo é mar...

Meu mar infinto.
Renasço na fímbria do mar, do teu mar de sargaços,
no teu mar de desencontros e naufrágios…
Renasço na tua boca de sal,
No teu cheiro a maresia,
Renasço em cada onda tua, envolta em grinaldas de espumas,
Em véus de saudade…

Maria



Teu corpo é mar
com frémitos frescos de ondas
e fosforescência de espumas.

Teu corpo é profundidade equórea,
filtrando sol,
mas cheia de sombras vivas
de sargaços, anêmonas, corais.

Quando ele me envolve, é totalmente,
mortalmente.
Anula-me no que sou.
Reduz-me a uma alga inerte
que não sabe do seu destino
no seio do imenso balouço imemorial.

E quando retorno do mergulho trágico,
teu corpo escorre de mim, como uma túnica líquida.
Só então, volto a ser de novo,
respiro o grande ar da vida.

Teu corpo é abismo equóreo,
teu corpo é mar...

Tasso da Silveira


35 Comments:

Blogger Emilio said...

Maria é Mar e Mar é Maria. Sempre presente esta ligação
tão forte. E Maria é Amor também, vasto como o Mar. Um beijo grande.

11:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e renasces do mar todas as noites, todas as manhãs, todas as tardes.
pois todos os dias és a sereia que renasce, que com a escrita atrai marinheiros, sejam eles homens, sejam eles mulheres.
e quando os atrais recebes os seus carinhos, a sua doçura, pois comentam a escrita de uma bela sereia.
beijos para uma sereia que todos os dias renasce, e todos os dias encanta.

paulo povoa
http://frasesepoemas.blogs.sapo.pt

11:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

sabor a mar... melhor q o sal do mar só o sal do corpo.

11:50 da tarde  
Blogger sandra said...

Minha querida amiga tu renasces a cada dia com um poema, poemas lindos que adoçam nossa alma e pedem cada vez mais palavras belas, tao belas como o mar!
Gostei do teu poema!E continua a renascer a cada dia!
beijinhos!

12:35 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maria, sempre o mar e o amar juntos:) Os corpos, o sal do corpo, o sal do mar, o amar, a saudade do mar...;) Belo este post e linda imagem! bjs*n wind

12:36 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Querido Emilio: Obrigada pelas suas palavras. Não serei vasta como o mar, nem pensar... :) tenho-o em mim, o mar, o amor... sim! Desejo-lhe uma excelente semana, beijinhos

12:46 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Paulo, sempre simpatico e querido nas palavras que me dedicas. O meu muito obrigada. Beijinhos

12:48 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

TCA: O sal do mar misturado no sal do corpo...

12:49 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Querida Wund: talvez porque o mar, o amor a saudade andam comigo de mãos dadas.. :) Beijinhos uma exclente semana para ti.

12:50 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Querida Sandra: Renasceremos as duas todos os dias, sim? Lembra-te que o renascer, depende da nossa força, com ela tudo poderemos vencer... Um beijinho grande para ti, Linda menina!

12:53 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Mas que bonito está o seu site!
Deliciei-me com as imagens, os poemas, enfim...tudo o que nele contém. OLhe que tenho visto muitos blogs, mas poucos com esta qualidade. Parabens.
( é verdade, amiga, regressei do Libano há já uns dias...e daqui a poucos dias parto de novo para outras paragens. Não são férias, vou para fazer alguns espectaculos, se bem que no fundo acabam por serem férias, se bem que "interrompidas" por algumas obrigações profissionais...)
VALERIA MENDEZ
www.fadista-valeria-mendez.weblog.com.pt

1:36 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Mar, água, correntes baloiçantes da criação... e da inspiração também!Teu bocado de "Teu Corpo é Mar", mais uma vez tá lindíssimo e Tasso da Silveira tinha o Mar nos olhos quando escreveu isto, Maria.

Beijinhos de In Loko

4:57 da manhã  
Blogger lique said...

Olá Maria, que prazer visitar-te por aqui! Curioso como o mar e o amor parecem sempre tão associados... Estão belíssimos o teu texto e o poema de Tasso da Silveira. beijinhos, amiga!

8:35 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Bom dia Maria. Eu estive em Luanda de passagem e, mesmo assim, tenho imensas saudades daqueles dias. Beijocas.
Regresso ao meu Local Imperfeito. JAC jac.blogs.sapo.pt

11:35 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

Querida Valéria, Obrigada pelas suas simpaticas palavras sobre este meu simples cantinho. Desejo-lhe uma excelente viagem e trabalho! Beijinhos

12:21 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querido amigo In Loko, Tasso tinha o mar no olhar, na alma, no corpo, todo ele era mar, quando escreveu este belo poema!! Beijinhos

12:23 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida amiga Lique: Em mim, o mar, o amor estão associados sim.. Um beijinho enorme para ti

12:26 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Jac: basta percorrer-me pelo teu canto para o sentir, e compreendo perfeitamente porque! Beijinhos

12:27 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Lindo o teu mar de sal Maria! E infinita a tua sensibilidade. Obrigada pelas tuas palavras e uma semana feliz para ti também :)

12:49 da tarde  
Blogger MWoman said...

Belos, o texto e a imagem!E a presença do mar tão constante...para amar...imaginar...sonhar...beijos

12:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

o teu mar...

1:29 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Mwoman: sim, o mar desperta, envolve-nos em sonhos e pensamentos de amor.. Beijinhos para ti

1:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

renascer em véus de saudade, apenas os poetas conseguem!
gosto mto de teu "renascimento"

beijos

2:49 da tarde  
Blogger Victor Tales said...

Os Portugueses são muito atraidos ao mar não? É algo eterno.

2:53 da tarde  
Blogger Lapis de Cera said...

É verdade,Maria!Trazemos o mar em nós.Deixo-te um excerto de algo que gostei de escrever:
"...
E pensar que juntos iniciaremos então nova viagem,
Traz - nos um alento ausente de névoa, de espera.

Por isso que te digo:
“ Quando morrermos,
o ponto de encontro, de partida, será junto ao mar..."

Ele vai...
...mas ele volta...

E nós?
Estaremos lá,
olhando ao longe o horizonte,
a vida, sem dela precisar
E deixaremos que ele, o mar,
venha banhar, cadenciado,
o sentimento que nos une :
o termos nas mãos a certeza de que o pacto que fizemos,
não se esvai,
permanece...

E então,
Podemos dizer que estamos prontos.
E iniciaremos uma nova viagem…
A primeira, como um ritual...
...rumo a nós!
"

Sempre um deleite, vir até aqui, ao teu canto,pelas escolhas que fazes,pelos textos que os ilustram delicadamente e pelas imagens!
Gosto!
Beijo,Cris

3:58 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá miguxa, adorei o post,linderrimo, nossa estava dificil deixar mensagem aki, mas agora consegui, mil beijocas.

4:22 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

queria ser o teu mar

4:38 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Cris: queria viver-me nesse mar de esperança, que guardam as tuas tão belas palavras. Beijinhos e obrigada pela tua visita

4:44 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querido Vitor, falo por mim, o mar seduz-me, atrai-me, da-me uma paz enorme, é me essencial... Beijinhos

4:48 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida amiga, este sistema de comentarios realmente não muito pratico, vou ver se consigo altera-lo para outro mais acessivel! Obrigada pela tua visita. Beijinhos

5:05 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Donbadalo: Obrigada pelas tuas palavras! Sim os Poetas conseguem perfeitamente colocar nas palavras esse renascimento em véus de saudade... Eu, bem tento... :)
Beijinhos

5:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Um amor com tanto para dar e receber! Um presente da natureza =)! Beijinho

DL do "Eu sei lá"- http://euseila.blogs.sapo.pt

8:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"OH MAR INFINITO"!!!!!!!
_OH,BELEZA SUPREMA!.........
(Aqui bela a IMAGEM _SOL-MAR*! BELO O POEMA!).
E... Bela e' Voce, MARIA* de Corpo e da Alma que se "adivinha"!!!!!!!!
_Sua Amiga a SAUDA com muito CARINHO!
_Heloisa.
(Espero que esteja ja' melhor! _esdreva-me se lhe for viavel_!)
**************************************************

10:40 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Dl: sim vivo-o assim, como um presente, uma dadiva... Muitos beijinhos

11:07 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida amiga Heloisa, sempre doce, sempre carinhosa! O meu muito obrigada por todo este carinho e amizade. Irei escrever-lhe sim.. Muitos beijinhos

11:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses