Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

segunda-feira, agosto 16, 2004

Sonho (te)

Sonhei contigo embora nenhum sonho
possa ter habitantes tu, a quem chamo
amor, cada ano pudesse trazer
um pouco mais de convicção a
esta palavra. É verdade o sonho
poderá ter feito com que, nesta
rarefacção de ambos, a tua presença se
impusesse - como se cada gesto
do poema te restituisse um corpo
que sinto ao dizer o teu nome,
confundindo os teus
lábios com o rebordo desta chávena
de café já frio. Então, bebo-o
de um trago o mesmo se pode fazer
ao amor, quando entre mim e ti
se instalou todo este espaço -
terra, água, nuvens, rios e
o lago obscuro do tempo
que o inverno rouba à transparência
da fontes. É isto, porém, que
faz com que a solidão não seja mais
do que um lugar comum saber
que existes, aí, e estar contigo
mesmo que só o silêncio me
responda quando, uma vez mais
te chamo.

Nuno Judice



25 Comments:

Blogger Lapis de Cera said...

"Vou falar-te dum sonho, daquele que tantas vezes tenho...
Dispo-me de toda a ansiedade, desaperto este desejo insaciável, botão a botão e deixo-me ficar assim despida, um instante...
Preparo o leito em que vou repousar, procuro o manto, aquele mar por ti amado e suavemente com ele me cubro.
Só falta apagar a luz da realidade e deixar unicamente acesa a Lua da minha imaginação.

Perfeito!

Agora, vou fechar os olhos.
Não há tempo, não há distancia, nem matéria...
De mim, só existe a alma...coberta por um mar de mil cores que não te explico, que sei que conheces bem melhor que eu... e que não pesa, me cobre e me protege...
...Que mar este, tão bem tecido por ti aquecido por uma lua modelada por mim...
E assim fico!
Assim vou escrevendo esta quase imitação de carta tão sem tempo, sem assunto, mas sempre, sempre, tão invadida por Ti!
.../...
" De, "Um Sonho que tive", rabiscado, algures, por mim.
Uma boa semana,Maria.Beijos a saber a Palavras de Algodão.

12:32 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maria querida, este poema é bonito, mas detenho-me no anterior: "!ensina-me a amar". Foi tudo de maravilhoso que li. Escreveste para mim? Ó, parece que peguei na tua mão ou falei tudo para que alí escrevesses.
Belo! Exatamente o que escreveria para uma pessoa. Beijos minha linda e boa semana.

12:39 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maria, o comentário anterior é da anne,ok? Beijokas. Gostei tb muito deste poema.

12:41 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Maria, o poema do Nuno está lindo mas quero te parabenizar pelo "Ensina-me a amar-te"...é maravilhoso.

Beijos
Marcia http://www.lendoesonhando.blogger.com.br/

4:58 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Melancólico e bonito... os sonhos de quem chama por... os sorrisos silenciosos que se formam na resposta de... Nuno Judice sempre foi muito introspectivo, leio-o com bastante agrado. Beijo Maria

In Loko

7:03 da manhã  
Blogger rfarinha said...

... E é tão bom sonhar... ;) Bjs

10:30 da manhã  
Blogger lique said...

Lindíssimo o poema de Nuno Júdice. Como é certo que "a solidão não seja mais/do que um lugar comum saber/que existes, aí, e estar contigo/mesmo que só o silêncio me
responda quando, uma vez mais/te chamo." Mas hoje não há introdução tua? Eu adoro os teus textos. Beijinhos, amiga.

12:42 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Cris, as tuas palavras, os teus sonhos misturam-se nos meus.. Lindissimo, obrigada por esta partilha tão rica! Muitos beijinhos, tem uma semana muito feliz!

1:19 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Anne, o ensina-me a amar, é também para ti, para todos os que sentem e compreendem aquelas palavras. Muitos beijinhos. Uma semana muito feliz para ti, minha querida!

1:22 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Marcia, Obrigada. Gosto muito deste poema do Nuno, fico contente que também tenhas gostado. Muitos beijinhos

1:23 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

In Loko amigo, o Nuno descreve, canta, cria, o amor, a saudade, a ausência de uma forma perfeita, encontro-me nas palavras dele, Muitos beijinhos, tem uma semana feliz!

1:24 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ridufa: Os sonhos pintam-nos os dias em cores suaves de esperança... Beijinhos

1:26 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Os sonhos de amor são pintados por quem amamos... Adorei. Ass: Analfabeto

1:28 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lique: Hoje o meu dia acordou cinzento envolto em silêncios. Confesso que inicialmente este post, tinha uma introdução minha, que acabei por retirar, as palavras do Nuno descrevem na perfeição o meu sonho... Deixei que as dele falassem pelas minhas, deixei-me ficar no silêncio... Beijinhos

1:31 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Analfabeto: Os sonhos, a vida, o nosso sentir, é pintado pelas cores de quem amamos... Beijinhos

1:33 da tarde  
Blogger Alexandre Narciso said...

Um poema magnifico.
*A

1:53 da tarde  
Blogger Yardbird said...

Um sonho do Nuno que tu repartes :) Gostei. Tenho que o começar a ler (a verdade é que tenho que começar com rtantos poetas...) Beijinho, Maria :)

2:02 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"É isto, porém, que
faz com que a solidão não seja mais
do que um lugar comum saber
que existes, aí, e estar contigo
mesmo que só o silêncio me
responda quando, uma vez mais
te chamo."
......................................ADORO ESTE POEMA! E, saliento estes VERSOS E... "so' o SILENCIO me responde quando,uma vez mais te chamo."...............
.........................................A POESIA* tem esta particularidade:lermos em VERSOS ALHEIOS os nossos proprios "SENTIRES"!!!..............................
_ADORO ESTE POEMA!
_ADORO ESTAS ROSAS BRANCAS que me recebem quando entro!
E... ADORO-A a SI* naquilo que SUA PRECIOSA AMIZADE representa para mim!
_OBRIGADA MARIA*!_Pelo Carinho e pelas PALAVRAS que me endereca!
_Sua Amiga, Heloisa.
(Penso, que sabe, que eu continuo numa "luta contra o tempo"! E... sem computadores!)....................
_FIQUE EM HARMONIA!
*************************************************

6:54 da tarde  
Blogger c.b. said...

Continuemos a sonhar(te).
Em sintonia...
bjos

7:04 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Alexandre: Obrigada pela tua visita e palavras.

7:45 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Yardbird: Um sonho que partilho através das magnificas palavras do Nuno.. Beijinhos

7:47 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Heloisa, mesmo na distancia, mesmo que só os silêncios respondam, não existe solidão, porque alguém existe e vive dentro de nós! Sim querida amiga, eu sei que continua nessa luta contra o tempo, e também sei que sairá vencedora! Sabe que pode contar sempre comigo, estarei sempre aqui, e no que estiver ao meu alcance de tudo farei para a ajudar, sempre! A amizade não tem barreiras nem de tempo, nem de distancias! Um beijinho enorme para si, querida Heloisa!

7:54 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Carlos: Numa cumplice sintonia...

7:55 da tarde  
Blogger Emilio de Sousa said...

Sonhar com quem se gosta é anular a distância. Lindo poema, Maria. um beijo

11:13 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Emilio: Não existe distancia quando quem amamos vive em nós..

8:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses