Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

terça-feira, agosto 31, 2004

Danço (te)

Ao compasso dos teus passos obrigo os meus pés a seguirem os teus.
Ao balançar do teu corpo ajusto o mover do meu.
O entrelaçar de mãos e o encostar de faces ao de leve
Pela primeira vez, produz uma indizível sensação de vitória
Sobre a timidez e de ultrapassagem da inocência da nossa primeira dança.
Nas ondas da música, todos os sonhos são permitidos
Quando acordam novos sentidos motivados por um contacto
Que nunca até aí tinha sido tão íntimo.
Um ligeiro arrepio percorre-nos em simultâneo
Ao tomarmos consciência da proximidade proibida no silêncio,
Respiramos ao ritmo de uma marcha,
Dançando o balanço lento de um blues,
E meus olhos perdidos nos teus sussurram-te palavras que só tu conheces. Que só tu entendes.
Prometem-te danças pelas ruas,
pela vida
sempre...

36 Comments:

Anonymous Anónimo said...

a dança do amor

10:26 da tarde  
Blogger Emilio de Sousa said...

Será muito descaramento pedir-lhe uma dança? Com todo o respeito e depois do senhor com quem está a dançar neste momento.:)))Beijinhos.

10:45 da tarde  
Blogger amita said...

Que bom que é dançar,Maria. Descreves a dança e o prazer. Bonito texto e imagem. Bjinhos amiga

11:09 da tarde  
Blogger Poemas de amor e dor said...

Maria, desculpa mas cada vez escreves melhor. Estava a ler, estava a pensar e ao mesmo tempo a divagar que agora tinha mais Maria. Sabes bem como gosto da tua escrita, porém, está cada vez mais bonita e mais perfeita. Também sabes que não sou hipócrita: ou gosto ou não gosto. Daqui a pouco estou lendo um livro da Maria.
Parabéns e obrigado...sempre!

11:55 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A dançaa dos sentidos. Melhor não há. Extase puro!
Beijo
Stillforty

12:52 da manhã  
Blogger metafora said...

Há danças assim... de paixão e sensualidade!...

1:32 da manhã  
Blogger lique said...

Maria, que bela dança! A timidez, a proximidade, a sensualidade. Ouvi as notas de um tango... Beijinhos

10:01 da manhã  
Blogger rfarinha said...

O amor é uma melodia que nos faz dançar ao seu compasso... ;) Bjs

10:02 da manhã  
Blogger Yardbird said...

Dance me to your beauty with a burning violin
Dance me through the panic 'til I'm gathered safely in
Lift me like an olive branch and be my homeward dove
Dance me to the end of love
Dance me to the end of love (Leonard Cohen) Belas danças, Maria. Beijos

11:55 da manhã  
Blogger yogipijama said...

Dançar é sem dúvida uma grande cumplicidade entre corpos! :)

12:21 da tarde  
Blogger ccc said...

Linda espero que entretanto apareça um sorriso nesse rosto. Bela imagem dos corpos ondulantes.

12:29 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

E o que é a nossa vida? Uma vida cheia de "danças"...
Que bela harmonia de poema e foto.
Gostei muito Maria.
Um grande beijinho.

1:20 da tarde  
Blogger PARTILHAS said...

O meu comentário não ficou...

Danço contigo Maria, nesta nova melodia das palavras sem espaço, não escritas, só sentidas, lidas, vividas, tão partilhadas. É bom sentir que lês a tua música e a danças e com ela te danças, te moves, te descobres.

Dança querida, dança, quando não deres por isso alguém te acompanhará!

1:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Bela dança esta, Maria! Blues em compasso desta tua escrita cheia de delicadeza e bom-gosto. Para poucos. Bj, amiga. Tenha um lindo dia,Maria!Lia
http://textosecenas.blogspot.com/

1:52 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e com tão bela dança de sentimentos, de palavras que não se falam mas se ouvem, o teu coração mostra o amor, a vida que nele existe com tanto encanto e magia.

paulo povoa
http://frasesepoemas.blogs.sapo.pt

2:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Intimidade e sedução... enfim... magia! lindo como sempre :)! um beijinho muito grande
tartaruga

2:30 da tarde  
Blogger folhasdemim said...

Lembraste-me A Valsinha de Vinicius de Moraes "... e aí dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou / e foi tanta a felicidade que toda a cidade se iluminou / e foram tantos beijos loucos tantos gritos roucos...". Gosto quando apenas colocas textos teus. Simplesmente Maria. As tuas cumplicidades merecem sempre destaque. Voltarei com mais tempo para ler (-te). Beijinhos :)

3:33 da tarde  
Blogger IceBlackIce said...

Lindo amiga...beijo

8:39 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Emilio: Só se o Senhor com quem danço não se importar. Beijinhos

10:52 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Amita: O amor dança-se em mim, e eu nele ... Beijinhos

10:52 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Rogério: Nem pensar amigo! Gostaria realmente de escrever bem, mas sem a pretensão de escrever um livro, Escrever pelo amor ás palavras apenas. Obrigada! Muitos beijinhos

10:54 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Still: Sem duvida. Apenas sentir em passos de dança... Beijos

10:55 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Metafora: danças de amor, onde a paixão se revela...

10:56 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lique: O tango és das danças mais sensuais. Adoro! Beijinhos

10:57 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

yardbird: lindo para dançar. Beijinhos

10:57 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

yogipijama: Muito cúmplice mesmo! Beijinhos

10:59 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida CCC: Esse sorriso procura-me... Beijinhos amiga!

11:00 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ridufa: o amor.. a vida...

11:00 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Estrela do Mar: Um beijinho enorme para ti!

11:01 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Partilhas: Tento ouvir a musica que a vida me segreda... tento acertar o passo, tento dança-la... tento.. Beijinhos

11:02 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lia: Obrigada pelas tuas sempre doces palavras! Muitos beijinhos

11:03 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Paulo: Por vezes gostaria de ouvir e dançar ao som de outras melodias, melodias que me sorrissem... Beijinhos amigo!

11:05 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Tartaruga: Obrigada, um beijinho enorme para ti!

11:06 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Betty: É lindissima essa valsinha do Vinicius, como tudo o que ele escreve. Obrigada por o trazeres aqui! Muitos beijinhos

11:07 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ice amigo: Um beijo para ti!

11:08 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E toda a sensualidade os segue, e sussurra a cada um, o que outro não é capaz de dizer!
Gostei muito. Há qualquer coisa de mágico na dança...

DL- Eu sei lá
http://euseial.blogs.sapo.pt

12:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses