Cumplicidades

Há palavras que nos beijam, Como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca...

segunda-feira, agosto 16, 2004

Abraço-te...

Abro-te os braços para que encontres neles o carinho que buscas
Ofereço-te um sorriso para que esqueças as lágrimas
Beijo-te as feridas para que sintas alívio
Sento-te no colo para que descanses
Embalo-te para que adormeças
Abraço-te…
E os meus braços tornam-se longos para que a dádiva
Que a ternura habita seja espuma no limite
Além das ondas

Maria



Eu trago-te nas mãos o esquecimento
Das horas más que tens vivido, Amor!
E para as tuas chagas o ungüento
Como que sarei a minha própria dor.

Trago no nome as letras duma flor...
Foi dos meus olhos garços que um pintor
Tirou a luz para pintar o vento...

Dou-te o que tenho: o astro que dormita,
O manto dos crepúsculos da tarde,
O sol que é de oiro, a onda que palpita.

Florbela Espanca



38 Comments:

Blogger IceBlackIce said...

Abraço-te...apenas e só.

8:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

eu te saúdo, maria.

9:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Dádiva plena sem pedir nada em troca. Amor desinteressado. Bonito,Maria. Bjinhos amita

9:52 da tarde  
Blogger lique said...

Como é belo o amor dádiva, o amor consolo, conforto, casa! Uma harmonia só, este post. Beijinhos, amiga.

11:05 da tarde  
Blogger Emilio de Sousa said...

Por vezes temos fome de abraços, mais do que fome de qualquer outra manifestação de amor.É como se num abraço se resumisse tudo, mas tudo o que sentimos pelo ser amado. Um beijo.

11:17 da tarde  
Blogger Poemas de amor e dor said...

Maria só tu e a Margarida me fariam vir aqui de propósito para te agradecer tantas palavras que eu não mereço. Mas a vida é assim uns dias bem outros nim.
O teu post representa um estado de alma atento. Continua. BJS ROMASI

11:43 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

hoje encontrei o teu carinho

12:05 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Se não fosse impossível diria que me respondes... JAC Local Imperfeito jac.blogs.sapo.pt

12:41 da manhã  
Blogger Lapis de Cera said...

".../...
Pudesse eu…
Encontrar-te!
E beberia saudade...
Tasquinharia ternura
E dividiríamos,
A vontade de nos sentarmos
À sombra da certeza,
De estarmos juntos outra vez!
.
Pudesse eu...
E levava-te aquele abraço
Que me pediste para guardar
Para uma boa ocasião...
.
Pudesse eu!...
E a ocasião era agora,
E abraçar-te-ia de novo!
"
Um abraço, Maria, muito, muito apertado!
Cris

3:06 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Bonitas palavras Maria para falar desse amor que nos abriga e conforta. Lindo post.

Beijos
Marcia http://www.lendoesonhando.blogger.com.br/

3:30 da manhã  
Blogger Bruno said...

Belo o poema que tu escreveste!!!!!!! :) Boa semana Maria! Continua a deliciar-nos com as tuas palavras :) *****

3:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

no abraço encontro a felicidade, o amor que tanto se transmite em palavras, em olhares, em carinhos.
mas no teu abraço eu sinto o amor de uma escritora que sente e deseja muito o amor que tanto expressa e tanto sente de uma forma bela e doce.

paulo povoa
http://frasesepoemas.blogs.sapo.pt

10:16 da manhã  
Blogger c.b. said...

E abraçamo-nos mais uma vez com um beijo embalado de palavras em braços que se estendem sem limites, mais uma vez ao som de ti e de Florbela.
Bonito.

***

11:56 da manhã  
Blogger R/B Estação said...

Queria eu abraçar o meu amor...

12:07 da tarde  
Blogger rfarinha said...

Dar... sem esperar retorno...
Amar... mostrando o que nos vai no coração...
Beijar... com a boca, os olhos, o toque...

Lindo ;) Bjs

12:30 da tarde  
Blogger metafora said...

Quando nos banhamos nessa espuma das ondas podemos voar e apenas sermos... livres de grilhões e mordaças...

Amemos os momentos em si, somente eles nos transmutam a corrente dos dias que nos fazem desaguar no mar do quotidiano...

12:31 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Quem me dera ter a minha cara metade ao meu lado ara a poder abraçar... Ass: Analfabeto

1:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Aplaudo-te em pé. Boa semana querida, beijos. Andréa Motta (Jardim de Poesia)

3:06 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

um abraço. um terno abraço. um abraço quente. e um beijo de abraço.

abraço. maria.

3:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Simplesmente Maria, lindo poema, é nestas altuiras que me lembro dos meus filhotes, sabe tão bem abraça-los. beijos maria www.luismiguel.blogs.sapo.pt

4:48 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ice: Um Abraço, amigo!

7:46 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Amita: Não conheço outra forma de amar, que não esta... O amor pelo amor, apenas e só.. Beijinhos

7:48 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Lique, o amor cuida, protege, apoia, dá-se com totalidade e plenitude apenas para ver o outro feliz... Basta-lhe isso para o ser também...

7:51 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Emilio: Sim, um abraço resume em si, tantas emoções e sentires... até mesmo um abraço que só se dá através das palavras... Mas que se sente quase que fisico!

7:54 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Rogério: As tuas melhoras. Espero que fiques bem o mais rapidamente possivel! Obrigada pela tua visita. Beijinhos

7:57 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Jac: Espero que encontres o que mais desejas, que os teus sonhos se tornem uma realidade! Beijo

8:01 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Cris: Que lindo abraço esse que me deixas nas tuas palavras! Obrigada. Muitos beijinhos e um abraço enorme...

8:12 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Querida Marcia, Um beijo enorme para ti...

8:13 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Paulo: Esse é um desejo não só meu.. Penso que todos o desejamos, não é? beijinhos

8:14 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Carlos: Muito obrigada pelas tuas palavras. Um abraço...

8:15 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

João: E eu desejo-te, que esse abraço aconteça, muito brevemente..

8:16 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Ridufa: Beijar, abraçar... com a boca, os olhos, o toque...

8:17 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Metafora: Voar, voar e Ser... Quando se ama tudo é possivel, basta acreditar...

8:19 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Analfabeto: Um dia terás... Beijinhos

8:20 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

João: Um terno abraço...

8:20 da tarde  
Blogger Maria Branco said...

Luis: Obrigada pela tua visita! Acredito que saiba muito bem abraçar um filho, um abraço de um amor imenso..

8:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O amor tudo oferece e tudo cura, é um porto de abrigo seguro!

Dl- http://euseila.blogs.sapo.pt

11:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O amor tudo oferece e tudo cura, é um porto de abrigo seguro!

Dl- http://euseila.blogs.sapo.pt

11:09 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

actualizações de weblogs portugueses